Com Agulhas

Eu gosto de escrever, de inventar uns diálogos loucos em jantares imaginários. Eu gosto de roupas, invento uns modelos e luto pra dar as luzes, partos difíceis esses, idéias. Gosto de comprar roupas e sapatos, futilidades não, estilo próprio; não sou uma fashion victim - a vida é demasiado curta pra rótulos e embalagens estragadas. Eu gosto de café, de canecas e de planos de casamento. Gosto de mim, contudo e com tudo.

Com Canetas

Eu tenho um dois à esquerda na idade, mas não acho que sou tão velha. Chamo minha gata de nenê e dou apelidos adoráveis ao meu namorado. Eu tricoto porque me acalma, produzindo, me agradam as cores das lãs. Eu amo porque não vivo no gris, amor vivo, amo pessoas e filmes e livros e bichos. Eu tenho o Heitor, já me basta de tanto amor. Eu adoro a língua francesa, adoro as idéias parisienses e as boinas e os cafés.

Je n'ai plus honte de ne pas me satisfaire avec peu. Je suis exigeant avec les nourritures, les vêtements, les personnes, les couleurs d'émail et de rouge à lèvres. Je ne veux, ni n'a pas jamais voulu, ne pas être égal. Mais je ne vais aussi pas mourir si ce n'est pas totalement différent du reste du monde.

Je ne frotte plus ma connaissance dans le visage des autres, néanmoins je sais dont sais, et ne serai pas modeste pra de satisfaire.

Il ne me convient pas de satisfaire, seulement veux être les choses que je veux être.

Et j'ai aimé mes mots nouveaux, mon domaine dans ce monde vaste. Et goût de telle façon du son, de l'apparence et de l'âme d'elles, que je ne les traduirai pas ici.

2 Moedas no Cofrinho:

  1. Iarima disse...
     

    Não tenho mais vergonha de não me satisfazer com pouco. Sou exigente com as comidas, as roupas, as pessoas, as cores de esmalte e de batom. Não quero, nem nunca quis, ser igual. Mas também não vou morrer se não for totalmente diferente do resto do mundo.
    Não esfrego mais meu conhecimento na cara dos outros, porém sei do que sei, e não serei modesta pra agradar.
    Não me importa agradar, só quero ser as coisas que eu quero ser.
    E tenho amado as minhas palavras novas, meu domínio nesse mundo vasto. E gosto tanto do som, da aparência e da alma delas, que não as traduzirei aqui.

    (eis a tradução... Aqui, não lá)

  2. Frau Dias disse...
     

    Tu étudiez français seule ? Je voulais avoir cette détermination avec l'Allemand.

Postar um comentário