Com Agulhas

Eu gosto de escrever, de inventar uns diálogos loucos em jantares imaginários. Eu gosto de roupas, invento uns modelos e luto pra dar as luzes, partos difíceis esses, idéias. Gosto de comprar roupas e sapatos, futilidades não, estilo próprio; não sou uma fashion victim - a vida é demasiado curta pra rótulos e embalagens estragadas. Eu gosto de café, de canecas e de planos de casamento. Gosto de mim, contudo e com tudo.

Com Canetas

Eu tenho um dois à esquerda na idade, mas não acho que sou tão velha. Chamo minha gata de nenê e dou apelidos adoráveis ao meu namorado. Eu tricoto porque me acalma, produzindo, me agradam as cores das lãs. Eu amo porque não vivo no gris, amor vivo, amo pessoas e filmes e livros e bichos. Eu tenho o Heitor, já me basta de tanto amor. Eu adoro a língua francesa, adoro as idéias parisienses e as boinas e os cafés.

Que coisas...

Uma semana mais, acho que agüento...

Então o Moisés vai pra Curitiba, eu fico sem dinheiro e falta só uma semana... Vejo a Camila, a Tanize...

Ai, parece que eu vou explodir de tanta gordura e culpa pelas obesidades. Sinto-me insegura, cada dia mais, quanto ao meu peso, minha barriga e meus quadris imensos.

Nada parece mudar isso, e eu estou tão cansada de dietas...

Pelo menos faltam só 7 dias pro Heitor chegar... E ele sempre me faz sentir bonita, feliz e amada.

Ai, que saco de post.

1 Moedas no Cofrinho:

  1. Ingridesigner disse...
     

    Arnaldo Jabor é muito bom mesmo. Eu, particularmente, carrego um orgulho muito forte do Rio Grande do Sul e amo essa terra.

    Sabe Iarima, lendo seus posts me lembro da época que eu e o Maicon estávamos morando longe também. A expectativa da espera me consumia mesmo. Mas o momento do encontro valia por cada segundo anterior.
    Espero que quando o teu amado chegar, possas completar a ele e ele a ti.

    Não fica tão ansiosa em relação ao teu peso. Aquele dia que te vi na casa do Moisés, tu realmente me pareceu muito bem e muito bonita.
    Essas regras de boa forma e aparência foram nos impostas pela mídia e por uma sociedade que só valoriza o supérfluo.
    Tem dias que eu também enlouqueço olhando a minha barriga... Mas meu amado me quer mesmo assim. E o teu também te quer. Afinal, são essas as coisas que importam.

    O teu novo template também ficou muito bom. Adorooooo vermelho.

    Bjos.

Postar um comentário