Com Agulhas

Eu gosto de escrever, de inventar uns diálogos loucos em jantares imaginários. Eu gosto de roupas, invento uns modelos e luto pra dar as luzes, partos difíceis esses, idéias. Gosto de comprar roupas e sapatos, futilidades não, estilo próprio; não sou uma fashion victim - a vida é demasiado curta pra rótulos e embalagens estragadas. Eu gosto de café, de canecas e de planos de casamento. Gosto de mim, contudo e com tudo.

Com Canetas

Eu tenho um dois à esquerda na idade, mas não acho que sou tão velha. Chamo minha gata de nenê e dou apelidos adoráveis ao meu namorado. Eu tricoto porque me acalma, produzindo, me agradam as cores das lãs. Eu amo porque não vivo no gris, amor vivo, amo pessoas e filmes e livros e bichos. Eu tenho o Heitor, já me basta de tanto amor. Eu adoro a língua francesa, adoro as idéias parisienses e as boinas e os cafés.

La Fille Fiévreuse dans La Cité

Em dias pós febre alta, eu deveria ficar em casa. Tapadinha, reclamando da vida e fungando.

E eu até ia, cheguei a desmarcar com a Aline (mas quero tricotar contigo assim que puderes)... Mas resolvemos sair mesmo assim, o Heitor tinha burocracias pra atender e eu queria pegar meu sobretudo. Esperamos por muito tempo o ônibus, passamos uma meia-hora sendo sacolejados, descemos e fomos aos bancos. Foi um pouquinho chato, mas foi só sair do Banrisul que a alegria voltou, aos poucos. Às vezes se tem problemas, se guarda problemas, se esquece de falar. Mas não temos de falar sobre tudo, esmiuçar os detalhes até a perda da noção do contexto. Foi melhor assim, uns minutos de silêncio antes das risadas de Kung Fu Panda. Antes de assistirmos ao filme, porém, encontramos com a Cris (vou tomar conta dos arranjos para um encontro contigo, querida) e falamos de amenidades. Amenidades são ótimas com alguém de quem se gosta. Espero que a noite de RPG dela, do Moisés e do Pablo tenha sido legal.

Como foi a nossa, assistindo a uma animação e nos irritando com uma criança chorona. O filme é engraçadinho, bem do jeito que eu precisava em um dia convalescente. Depois fomos ao McDonalds porque queríamos os copos das Olimpíadas... O lanche não estava tão ruim (porque não tinha gosto de nada), o problema foram as cebolas. O que eu não faço por amor, hein? Comi o Cheddar McMelt mais acebolado do mundo. 100% carne bovina, dizia a caixinha. Uhm, tudo bem... Mas os copos são legais e feitos pra caber nos bolsos da jaqueta do Heitor.

Na avenida, esperando pelo ônibus certo. Meus pés doíam por causa das botas (lindas e estilosas, mas malvadas) e eu estava regurgitando as porcarias do Ronald McDonald, porém estou melhor. Esqueci da dor de garganta e agora estou a tecer minha manta francesa.

Tomara que o dia da Aline também tenha sido bem legal. E o dia da Cris. E o dia do Moisés. E o dia de tantas gentes legais...

5 Moedas no Cofrinho:

  1. Cris Andersen disse...
     

    Ah, minha noite de RPG foi legal sim, mas não tão boa quanto a tua, mesmo em período convalescente. Eu li a sinopse de kung fu panda e não achei legal, vale mesmo a pena?

    Aguardo notícias.
    Beijos mocinha

  2. Conde Vlad Tepish disse...
     

    No meu caso seriam 'noite legais' eu gostei de Kung-Fú Panda viu Cris, o Igor pegou aqui na locadora do velho Wherewolfy e eu assisti com minha nova namorada, a pomba-gira 7 Mini-Saias Vermelhas Meio Verdes... Depois assistimos um filme muuito engraçado e com tons dramáticos ao mesmo tempo com a bem-humorada Milla Jovovich, .25 ou .45 algo assim... Gostei do nome do seu sanduíche, Cheddar McMelt... Humm, eu conheci um McMelt da última vez que estive nas Highlands escocêsas, ele...
    - Liga não Iari, esse vampiro já tá esclerosado viu, 'McMelt' é o nome do sanduíche, mestre sagrado dos tapires!!!
    - Ah é, oh! Obrigado Igor! Um beijo mademoiselle Iarimá e continue tricotando que Deus ajuda quem cedo tricota, e ademã que eu em frente pelo alto... Voei... POF!
    - He, he, he, ô mestre desculpe, a janela tava fechada, he, he, he...

  3. Moisés Corrêa disse...
     

    O pior eh que eu gosto dos lanches do McDonald's... Todo akele gosto de globalização e destruição da natureza feliz... (pq as vaquinhas sorriem até o momento de receberem uma pistolada na cabeça)

    Esses dias de felicidade flutuante. Isso ateh me lembra da Feist. Espero que sempre tenhamos um momento flutuante para recordar a felicidade. :)

  4. Frau Dias disse...
     

    o conde ataca em todod os lugares o.O
    nbeudbeudbeudbued

    ah!meu dia foi bom, tomei vanila no café.com =)
    vamos marcar outro dia pra tricotar ;@

  5. Conde Vlad Tepish disse...
     

    Nhac, nhac, nhac, oui oui, eu só gosto de 'sangue-bom'!
    Iarimá, que viagem deliciosa pelas suas photos no Flickr! Que excelente fotógrafa que tu és! Aguardo ansioso mais photos nobre tecelã de momentos... O Igor manda lembranças, voei!

Postar um comentário