Com Agulhas

Eu gosto de escrever, de inventar uns diálogos loucos em jantares imaginários. Eu gosto de roupas, invento uns modelos e luto pra dar as luzes, partos difíceis esses, idéias. Gosto de comprar roupas e sapatos, futilidades não, estilo próprio; não sou uma fashion victim - a vida é demasiado curta pra rótulos e embalagens estragadas. Eu gosto de café, de canecas e de planos de casamento. Gosto de mim, contudo e com tudo.

Com Canetas

Eu tenho um dois à esquerda na idade, mas não acho que sou tão velha. Chamo minha gata de nenê e dou apelidos adoráveis ao meu namorado. Eu tricoto porque me acalma, produzindo, me agradam as cores das lãs. Eu amo porque não vivo no gris, amor vivo, amo pessoas e filmes e livros e bichos. Eu tenho o Heitor, já me basta de tanto amor. Eu adoro a língua francesa, adoro as idéias parisienses e as boinas e os cafés.

Dois de Agosto

Eu só posso dizer o tanto possível sobre o meu aniversário de vinte e um anos. Com certo atraso, fato, mas a preguiça foi vencida por inúmeras investidas e desistências, precisava esperar para ver o todo. E isso só acontece com o distanciamento.

Foi um máximo, me diverti mais do que esperava. Me senti bonita, querida e parte de um grupo. Grupo formado por minha causa, ego leonino... Comemos muito, rimos, dançamos, jogamos vôlei com grupos de balões e jogamos Imagem&Ação. Quis que durasse pra sempre e quis que acabasse logo. Vivi aquele momento a plenos sentidos, sim, antes de jogá-lo nas minhas lembranças.

A Ariadne me fascina com suas risadas de galpão, com sua prontidão pra por a mão na massa – no nosso caso, na carne de hambúrguer - , e sua personalidade absolutamente única. Ela não conhecia algumas pessoas, ninguém muito bem (além de mim), e não teve problemas em se entrosar. Sua presença não poderia ser dispensada, ainda bem que ela veio.

A Cristine traz consigo o recomeço, um sopro de ar novo nas minhas relações meio estagnadas. E o legal é que ela ainda me conhece como poucos, não mudei tanto quanto ela pensa. Só uso cores, cortei a franja e pintei o cabelo. Aqui dentro é a mesma coisa. Quero muito falar com ela, precisamos ter encontros semanais no Café Cult pra pôr em dia nossos fragmentados sonhos de lembranças de todos esses inúteis anos de separação.

O Filipe, meu querido irmãozinho, está crescendo. E é a melhor companhia de todos os dias que eu poderia desejar ter.

O Moisés é uma das maiores influências na minha vida. A alma de qualquer festa.

O Heitor é o umbigo do mundo. O amo mais e mais, sempre em expansão. Nem tenho como precisar tudo, agradecer por tudo. Só posso ser feliz porque ele existe e, com todas as opções de meninas no mundo, ele me escolheu...

A Kali estava chata.

E isso tudo, muffins incendiários, almôndegburgers, brigadeiro desafiador, bolo de leite condensado da Ieda, mimimis foram antes do meu aniversário...

O dia dois foi calmo, tive tempo pra refletir.

Começo um diário, preciso escrever com a caneta. E minha vida vai melhorar muito. Com vocês, não pode piorar...

Obrigada pelo chicote, Cris e Moisés. Obrigada pela lã vermelha, senhor Honorovo. Obrigada pelo casaco mais fashion do mundo, pelo colete mais charmoso e pela legging mais estilosa, Heitor. Obrigada pela camisa mais tchénha e pelos sapatinhos mais “minha cara”, querida sogra. Obrigada pelas botas lindas e confortáveis, “vó” Wanda. Obrigada pela sombrinha adorável e pelo kit de frescurinhas de banho, “vó” Maria.

Obrigada aos meus amigos de Orkut pelos recados, ao Victor – que fez falta aqui, mas precisamos falar e falar – pela homenagem no blog e tudo mais.

Agora tenho vinte e um anos. E cada vez me sinto melhor.

video

4 Moedas no Cofrinho:

  1. Conde Vlad Tepish disse...
     

    Iarima, eu é que tenho que te mandar um presente e não você me dar um... Este vídeo foi um verdadeiro super-presente!!! Vou bolar algo legal em sua homenagem no castelo... Quem era o 'afinado' cantor que estava cantando tão bem? Certamente ele deve ser o bardo de alguma pequena aldeia gaulesa que ainda resiste aos invasores... Era o Moisés ou vosso irmão? É brincadeira, ele estava cantando daquele jeito de propósito eu sei... Mas da próxima vez eu aconselho a amarrarem ele bem antes da festa hein? Adorei, suas imagens e sua voz!!! De uma certa maneira conheci mais a minha tecelã preferida! Na próxima vez, faça um close-up do Heitor, do Moisés, da Cris, da Ingrid, de todos ok? Espero que tenhas gostado das caricaturas e rido bastante...
    Obrigado Iarima!!!
    Beijos do conde e
    et souhaite que tous vos souhaits sont réalisés!!
    Nhac,nhac,nhac :
    Voei e amei!

  2. Cris Andersen disse...
     

    Tchê!! Que a voz do Moisés tinha ficado horrorosa eu sabia, mas não pensei que fosse tanto!!!

    CREDO.

    Mas bem, temos mesmo que nos encontrar, e muito o que conversar.

  3. Aline Dias disse...
     

    eu fiquei com inveja dos doces .~
    huedhuedhuedhuedhued ;D

  4. Moisés Corrêa disse...
     

    :D saudades, sabe?

    Vi Juno, jah que tu tinha me hipnotizado com a trilha sonora no dia do teu aniversario...

    Um homem nao entende realmente akele filme :S

    Desculpa aew
    ehaehaheaheahea

Postar um comentário